Equipe liderada por professor da USP descobre planeta gêmeo a Júpiter

Uma equipe internacional de astrônomos, liderada pelo professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP), Jorge Meléndez, descobriu um planeta com massa semelhante à de Júpiter, que orbita uma estrela semelhante ao Sol, em massa e composição, denominada HIP 11915. A posição do corpo celeste recém-descoberto em relação à estrela também é parecida com a que Júpiter ocupa no Sistema Solar.

Segundo o professor, a pesquisa de descoberta – feita com um dos instrumentos mais precisos existentes para detectar planetas, o Harps, montado no telescópio do Observatório Europeu do Sul (ESO), em La Silla, no Chile – durou cerca de quatro anos. “Temos um planeta gêmeo de Júpiter. Pelo que se conhece atualmente, um planeta desse, na distância que Júpiter está do Sol, é importante para termos uma configuração similar ao nosso sistema solar. A descoberta desse planeta abre as portas para existência de um sistema planetário gêmeo do nosso sistema solar”, destacou Meléndez.

Segundo o pesquisador, a arquitetura do Sistema Solar, propícia ao desenvolvimento de vida, foi possível, em parte, à presença de Júpiter e da sua influência gravitacional exercida no sistema durante a fase da sua formação. O novo planeta descoberto é o gêmeo mais preciso tanto em massa quanto na distância à estrela de seu sistema.

Meléndez ressaltou que ainda não há tecnologia capaz de detectar planetas rochosos similares à Terra no sistema da estrela HIP 11915, localizada a pouco menos de 200 anos-luz de distância do Sistema Solar. “Atualmente não temos essa tecnologia. Mas em cinco ou dez anos teremos tecnologia suficiente para podermos detectar gêmeos da nossa Terra”.

O ESO é uma organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia financiado por 16 países, entre eles o Brasil e o Chile, país que abriga três observatórios de ponta mantidos pelo ESO, onde o novo planeta foi detectado.

A descoberta foi descrita no artigo The Solar Twin Planet Search II. A Jupiter twin around a solar twin, publicado na revista especializada Astronomy and Astrophysics.O professor Meléndez é co-autor do artigo que tem como autora principal Megan Bedell, da Universidade de Chicago.

Jornal Do Brasil


VOLVER